segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Piscinas, uma opção nos períodos quentes que podem esconder perigos à saúde.

Piscinas de plástico também precisam de limpeza; aprenda como fazer

Redação Bonde

Basta o calor apertar para que clubes e praias fiquem lotados. Mas, as férias duram pouco e nem todos têm a possibilidade de construir uma piscina. Então, na maioria dos dias quentes vale tudo para amenizar o calor: ventilador, ar-condicionado, climatizador, e até mesmo instalar uma refrescante piscina de plástico no quintal de casa!

Ótima opção, principalmente para as crianças, as piscinas de plástico são baratas e fáceis de montar, mas ainda assim, precisam de manutenção, cuidados e principalmente, de uma limpeza adequada.

Assim como as piscinas convencionais, a piscina de plástico também precisa de tratamento com cloro, para eliminar as bactérias, acabar com odores desagradáveis e evitar a transmissão de doenças. Para fazer a limpeza utilize uma proporção de 4 gramas de cloro granulado ou 15 ml de cloro líquido, para cada mil litros de água, três vezes por semana. Além disso, uma vez a cada semana é preciso aplicar um algicida para manter a manutenção. Neste caso, utilize 5 ml do produto para cada mil litros de água. Este procedimento deve ser feito após o último banho do dia e depois disso a água não deve ser utilizada pelas próximas 10 horas.

Segundo a especialista Ana Carla, da Hidroágua Piscinas, quem procura praticidade pode optar ainda por um produto 3 em 1, que reúne além do cloro e da algicida um clarificante. "Além do cloro que todos conhecem existe um produto novo no mercado que é uma linha 3 em 1, de múltipla ação, ótimo para quem precisa de agilidade e eficiência na hora de limpar as piscinas. Trata-se de um cloro algicida clarificante. A dica é usar 4g do produto para cada mil litros de água", explica.

Já para retirar folhas e insetos mortos da água utilize uma peneira plástica. Para evitar que muita sujeira se acumule durante a noite, vale a pena comprar uma capa protetora para a piscina de plástico.

As piscinas com mais de 2.500 litros devem utilizar ainda um filtro. O recomendado é que o filtro seja ligado por pelo menos três horas por dia para manter a água em bom estado. Segundo a fabricante de piscinas de plástico, Mor Casa e Lazer, se a água for bem tratada e o filtro for utilizado corretamente, pode-se usar a mesma água na piscina por até três meses.

E os cuidados não acabam por aí. Na hora de desmontar a piscina de plástico e limpá-la, a Mor recomenda que não se utilize materiais abrasivos, solventes e outros produtos que afetam o PVC. A piscina só deve ser guardada quando estiver completamente seca e em um lugar longe de objetos cortantes. (Fonte: Hagah)