terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Calor, vida e saúde

Nota C&T: 
O conhecimento será sempre muito bem vindo, precisamos apenas de atitude para ler e tirar proveito dele.

“Olá turma !!!

E o calor ? Ninguém está suportando. Não importa a hora, durante as 24 horas a temperatura está acima do normal em maior parte do país.
Os cariocas tem sofrido com temperaturas acima dos 38ºC quase que diariamente, isso sem citar a sensação térmica que facilmente chega aos 45ºC. Os paulistas também tem sofrido com 35ºC e com a grave crise hídrica, no Centro-Oeste o quadro não muda muito, agora na época das chuvas, a seca prevalece, algo bem preocupante, com temperaturas acima dos 30º C e umidade do ar em torno de 25% ao meio dia, lembrando que a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda uma umidade do ar acima dos 60% para não prejudicar a saúde, principalmente o trato respiratório.
Lembrando o que disse Darwin, não é o mais forte que sobrevive, mas sim o que melhor se adapta ao meio ambiente que o cerca. Mas como nos adaptar a essa realidade ? O que fazer para suportar secas e temperaturas tão altas por tanto tempo e em que a nutrição pode colaborar?
O ponto que merece um olhar mais preocupante é o desperdício de água. Evitem banhos prolongados, lavar o carro muitas vezes, limpar a calçada com mangueira (sério, qual seria sua reação ao ver alguém tirando duas folhas da porta de casa com 30 litros de água ?), consertar vazamentos e torneiras pingando em casa, e outras medidas simples que economizarão milhões de litros diariamente.
E adivinhem do que o corpo precisa para continuar funcionando normalmente em tempos como estes em que parece que o Sol abraçou a Terra para tirar uma selfie ? Para esta pergunta uma palavra vem à minha mente, hidratação. O corpo necessita de água, essa é a grande razão de economizarmos, sem água a festa acaba, game is over, onde não há água não existe vida humana.
O ato de se hidratar é tão intrínseco que não precisa ser ensinado por ninguém, o bebê instintivamente busca o seio da mãe para fazer isso, mas para eles o leite materno é suficiente.
Quando crescemos a oferta e a variedade de líquidos aumenta, e aí mora outro problema: o que estamos oferecendo às crianças, adolescentes e adultos jovens para matar a sede ? Mentalmente você respondeu essa pergunta, veja se coincide : refrigerante, refrigerante light, sucos de caixinha (achando que é mais natural), cerveja, estes são os principais líquidos consumidos atualmente.
Não estamos bebendo mais água mineral, sucos naturais (da fruta mesmo), água de coco. E é fácil constatar o quanto que estamos invertendo as coisas, chegue em qualquer bar ou restaurante e peça 500 ml de refrigerante e 500 ml de suco natural, certamente você irá pagar mais caro pelo suco natural (só eu acho isso um crime contra a saúde humana ?).
O refrigerante comum possui calorias vazias e uma quantidade enorme de açúcar, ele só contribui para a epidemia de obesidade e desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, como a diabetes, em pessoas cada vez mais novas. E o refrigerante zero açúcar possui muito sódio, a pressão arterial será prejudicada, podendo causar inclusive AVC em pessoas já propensas e com histórico na família. Os sucos de caixinha tem uma quantidade ínfima da fruta e muito açúcar e o pior é que o consumidor pensa que está ingerindo algo mais saudável. A cerveja também com calorias vazias e muito glúten, além do álcool que desidrata (papel contrário da água pura) o corpo muito rapidamente, por isso a ressaca no dia seguinte é o resultado da falta de água e glicose no cérebro, não colabora em nada para a saúde corporal.
Para atravessarmos essa seca tão prolongada devemos preferir o consumo de água pura, sucos naturais (água e a fruta ou apenas o suco da fruta, sem açúcar) e água de coco, além de frutas que contenham em sua composição uma grande quantidade de água, como por exemplo a melancia, o melão, laranja, maçã, abacaxi, kiwi, etc. Outro detalhe é aumentar a ingestão de saladas (alface, tomate, pepino, etc), pois verduras e legumes também possuem grande quantidade de água e exigem pouco do corpo para a digestão. Frutas, legumes e verduras hidratam e são ótimas fontes de fibras, vitaminas e minerais que farão muito bem a seu corpo.
Economize água e hidrate-se da maneira correta, tomando essas atitudes você não fará bem apenas a você, mas também a todos que o cercam e isso é viver em sociedade.

Boa saúde a todos !

Rafael Maciel – Nutricionista CRN1- 9571”