sexta-feira, 22 de maio de 2015

As 10 Farmacêuticas que mais venderam Genéricos no Brasil no primeiro trimestre 2015.

Nota de C&T: Genéricos vendidos no primeiro trimestre. Mesmo positivo os resultados não são os esperados pela Indústria Farmacêutica.

“As 10 farmacêuticas que mais venderam genéricos até março

São Paulo - De janeiro a março deste ano, as vendas de medicamentos genéricosno país somaram 1,5 bilhão de dólares (algo em torno de 4,5 bilhões de reais), valor 0,43% maior do que o apresentado no mesmo período de 2014.

Os dados são de um levantamento feito pela IMS Health sob encomenda da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (PróGenéricos). No trimestre, foram comercializadas 227,3 milhões de caixas desse tipo de remédio.

A participação da categoria no varejo chegou a 28% no período, segundo a instituição. Nas fotos, vejas as farmacêuticas que mais faturaram com os genéricos no mercado brasileiro durante os três primeiros meses do ano.”

Vendas de janeiro a março de 2015
US$ 436,11 milhões
Vendas de janeiro a março de 2014
US$ 472,17 milhões
Variação
-7,64%
Quantidade de caixas vendidas no 1º tri de 2015
66,05 milhões

1. EMS   

2. Sanofi

Vendas de janeiro a março de 2015
US$ 240,41 milhões
Vendas de janeiro a março de 2014
US$ 254,85 milhões
Variação
-5,67%
Quantidade de caixas vendidas no 1º tri de 2015
33,87 milhões

3. Hypermarcas

Vendas de janeiro a março de 2015
US$ 211,43 milhões
Vendas de janeiro a março de 2014
US$ 163,25 milhões
Variação
29,51%
Quantidade de caixas vendidas no 1º tri de 2015
34,82 milhões

4. Eurofarma

Vendas de janeiro a março de 2015
US$ 139,21 milhões
Vendas de janeiro a março de 2014
US$ 133,37 milhões
Variação
4,38%
Quantidade de caixas vendidas no 1º tri de 2015
15,04 milhões

5. Novartis

Vendas de janeiro a março de 2015
US$ 124,78 milhões
Vendas de janeiro a março de 2014
US$ 123,23 milhões
Variação
1,26%
Quantidade de caixas vendidas no 1º tri de 2015
9,87 milhões

6. Aché

Vendas de janeiro a março de 2015
US$ 98,17 milhões
Vendas de janeiro a março de 2014
US$ 92,38 milhões
Variação
6,26%
Quantidade de caixas vendidas no 1º tri de 2015
15,09 milhões

7. Teuto Brasileiro

Vendas de janeiro a março de 2015
US$ 87,96 milhões
Vendas de janeiro a março de 2014
US 90,27 milhões
Variação
-2,56%
Quantidade de caixas vendidas no 1º tri de 2015
17,70 milhões

8. Nova Química

Vendas de janeiro a março de 2015
US$ 33,15 milhões
Vendas de janeiro a março de 2014
US$ 32,06 milhões
Variação
3,41%
Quantidade de caixas vendidas no 1º tri de 2015
4,25 milhões

9. Prati-Donaduzzi

Vendas de janeiro a março de 2015
US$ 32,54 milhões
Vendas de janeiro a março de 2014
US$ 38,03 milhões
Variação
-14,43%
Quantidade de caixas vendidas no 1º tri de 2015
8,24 milhões

10. Merck

Vendas de janeiro a março de 2015
US$ 15,63 milhões
Vendas de janeiro a março de 2014
US$ 17,68 milhões
Variação
-11,61%
Quantidade de caixas vendidas no 1º tri de 2015
3,89 milhões